Costa Rica

  • place-img
  • place-img
  • place-img
  • place-img
  • place-img
place-imgplace-imgplace-imgplace-imgplace-img

América Central

País

A Costa Rica está localizada na América Central, possui cinco milhões de habitantes e está dividida em 7 províncias, sendo a sua capital  San José.  É uma república presidencialista que possuí como língua oficial o espanhol e sua moeda é o colón costa-riquenho.

Além disso, a Costa Rica é a preferência entre os brasileiros pelo clima familiar, pela água quente e pelas ondas que rolam o tempo inteiro. Na Costa Rica você poderá desfrutar do lema “pura vida”, além de surfar as longas esquerdas do Pacífico e as direitas tubulares do Atlântico.

O que fazer:

A praia de Tamarindo é a mais desenvolvida da região, devido a sua fama entre os surfistas. Possui grande variedade de hotéis e restaurantes, além disso, a praia conta com várias lojas, fast foods, bancos, locadoras de carro e bares.

Normalmente os surfistas que vão a primeira vez ou que querem ter fácil acesso ás praias do norte do pacífico se hospedam em Tamarindo. Já que além de muito surfe, a praia é famosa por sua vida noturna, repleta de bares e baladas com decoração praiana.

Para quem quiser curtir praias paradisíacas que não quebram ondas, a região também conta com boas opções em dias flats, onde é possível mergulhar na Playa do Conchal ou para os mais radicais também há a opção do mergulho com cilindro nas Islas Murciélagos.

Os skatistas também conseguem se divertir no bowl que fica atrás da Vodoo Lounge. As crianças também têm suas opções de diversão, já que a praia conta com resorts e hotéis bem estruturados com piscina e área para brincar.

Aqueles que sentem falta do banho de cachoeira, podem se aventurar na queda do Rio Celeste, uma obra espetacular da natureza que cria uma piscina de intensa cor azul em contraste com uma vegetação de cores verdes e fauna abundante. Fica localizado no Parque Nacional Vulcão Tenório e é pouco visitado por ser de difícil acesso, contudo uma olhada em sua queda de água azul fará com que cada passo tenha valido a pena!

A capital San José é um passeio que vale a pena ser feito, para levar a família ou para passear com os amigos nos dias flats. Uma cidade de história densa, bela arquitetura e intensa vida noturna, considerada um centro urbano cosmopolita já que oferece uma ampla opção de atividades e atrações.

Na cidade há vários museus, restaurantes, o mercado central, parques, todos para serem visitados com amigos e a casal. Têm como principais pontos turísticos: o Museu Nacional da Costa Rica, o Mercado Central San José e a a Plaza de La Cultura.

A região de Jacó também é perfeita para famílias e casais, que além da praia gostam de curtir a natureza e a vida noturna.  Jacó proporciona aos turistas belas praias, restaurantes estruturados e muitas lojas, além de bares, música, cerveja gelada e o clima tropical e hospitaleiro característico do país!

Para os amantes da natureza, a região conta com passeios como rafting, bondinho, tirolesa e excursões de buggy. Além disso, a região conta com várias cachoeiras, sendo a mais procurada a Catarata Bijagual, perfeita para quem quer ver um visual de várias quedas e ainda lavar alma na água gelada!

Para aqueles que além de surfe, curtem conhecer lugares históricos, a região de Cartago é uma ótima pedida! Cartago é repleta de ruínas, igrejas, sendo a mais bela a chama Basilica of Our Lady of the Angels, um visual surpreendente capaz de impressionar qualquer turista. A região conta também com parques, como o Fossiland, ótimo para ir com amigos, família e até em casal, já que o local conta com cavernas, atividades ao ar livre (rappel e escalada), rios e os famosos fósseis.

 A cidade de Pavones está situada ao extremo sul da Costa Rica e fica praticamente na divisa com o Panamá. A praia se trata de um pequeno povoado que não possui muita estrutura de hospedagens e restaurantes. As atividades desta região se restringem ao surfe e ao stand up bastante praticado.

A cidade é composta praticamente por supermercados, delegacia, loja de surfe e lojas de artesanato. Portanto, se trata de uma região voltada ao estilo de vida mais tranquilo e natural. As atividades mais praticadas são ao ar livre, como caminhadas, esportes aquáticos e passeios para ver o mar. Casais que surfam ou querem uma estadia tranquila irão gostar, assim como aquela surf trip com amigos para pegar um dos swells alucinantes de Pavones!

O Caribe da Costa Rica foge das imagens comuns dos resortes elegantes, a realidade de Puerto Viejo é mais selvagem, natural e tranquila, mas também de beleza extraordinária. O vilarejo é de um estilo simples e boêmio, com forte influência da cultura jamaicana.

Mesmo sendo simples, a região conta com boas opções de hotéis, restaurantes e barzinhos que tocam normalmente reggae. Para aqueles que gostam mesmo é de natureza, o Caribe é perfeito, pois conta com praias para surfar e outras para relaxar, como é o caso de Manzanillo que fica mais ao Sul da região e não tem ondas.

O Caribe da Costa Rica é um destino mais tranquilo, para quem quer relaxar e curtir a natureza exuberante das águas claras.

 

Praias e ondas:

A região é dividida entre:

– Pacífico Norte: as ondas mais famosas são Playa Grande, Playa Negra, Avellanas e as Lendarias Roca Bruja e Ollies Point entre outras.

– Pacífico Central e Sul: se destacam as ondas de Hermosa, Jacó, Dominical, Boca Barranca, além da onda clássica de Pavones.

– Atlântico: também possui picos clássicos como: Salsa Brava, Isla Uvita, Puerto Viejo, entre outros.

Pacífico Norte:

– Tamarindo: Onda divertida que funciona melhor bem cedo e no final da tarde. Beach Break de direitas e esquerdas, que conta com dois picos principais: Pico Pequeño em frente ao Hotel Tamarindo e El Estero. Além disso, é um ótimo lugar para ter base e surfar as outras ondas da região. 

Melhor condição: swell de sudeste e leste.
Nível: Todos os níveis.

 – Playa Negra: Um dos picos mais procurados da Costa Rica com uma onda rápida que quebra sobre um fundo de pedras, que possibilita sessões de tubos e manobras. Point Break de direitas que fica a 5 km da Playa de Avellanas.

Melhor condição: swell de noroeste e sudoeste.
Nível: Intermediário.

 – Avellanas: Localizada a 20 km ao sul de Tamarindo, este é um ótimo Beach Break de direitas e esquerdas muito divertidas.

Melhor condição: swell de norte, noroeste e sudoeste.
Nível: todos os níveis.

 – Playa Grande: Onda constante, curta e manobrável com fundo de areia. com sessões tubulares e manobráveis. Tem bastante crowd já que é mais exposta e quebra com tamanhos maiores que Tamarindo.

Melhor condição: swell de sudeste e leste.
Nível: Intermediario.

 – Roca bruja: Beach Break de direitas e esquerdas rápidas, fortes e tubulares. O pico possui um visual incrível da pedra da bruxa ao fundo. O acesso é somente de barco ou carro 4×4.

Melhor condição: swell de noroeste, sudeste e oeste.
Nível: Intermediário.

 

Pacífico Central:

– Bocca Baranca: Point Break de esquerda, bastante parecida com Pavones que quebra na boca de um rio. Fica localizada a 100 km de San José e bastante procurada pelos longboards, pelas suas ondas longas e divertidas.

Melhor condição: swell de sul e sudoeste.
Nível: Intermediário.

 – Playa Jacó: Onda fácil e divertida com fundo de areia, bastante procurada, já que a praia oferecer estrutura turística e noturna.

Melhor condição: swell de sul e sudoeste.
Nível: Todos os níveis.

– Esterillos: Esquerdas e direitas constantes e com fundo de areia, que fica localizado em uma vila de pescadores.

Melhor condição: swell de sudeste e noroeste.
Nível: Todos os níveis.

– Playa Hermosa: Beach Break de esquerdas e direitas constantes, fortes e rápidas. Um dos picos mais clássicos da região.

Melhor condição: swell de sudeste e noroeste.
Nível: Todos os níveis.

 

Pacífico Sul:

– Dominical: Esquerdas e direitas rápidas e tubulares com fundo de areia.

Melhor condição: swell de sul e oeste.
Nível: Intermediário.

– Pavones: Considerado por muitos surfistas com um dos melhores picos da Costa Rica. Point Break de longas esquerdas com fundo de pedra, onda manobrável e com sessões de tubo. Pela qualidade das ondas atrai internacionalmente muitos surfistas e o crowd normalmente é intenso.

Melhor condição: swell de sul e sudeste.
Nível: Intermediário.

– Matapalo: Direita que quebra em fundo de pedra na boca do rio. O acesso somente se dá com carro 4×4 ou barco.  “Melhor estar com um guia” para surfar esta onda sendo de barco ou 4×4.

Melhor condição: swell de norte, noroeste, oeste e sudoeste.
Nível: Intermediario.

 

Caribe:

– Salsa Brava: Reef Break de direitas rápidas e tubulares, quebra em fundo de coral afiado.

Melhor condição: swell leste.
Nível: Avançado.

– Isla Uvita: Reef Break de esquerdas rápidas e tubulares, quebra em fundo de coral e de pedras.

Melhor condição: swell leste, sudeste.
Nível: Avançado.

– Los Tumbos: Direitas rápidas, pesadas e tubulares com fundo de areia, considerado o melhor beach break da região.

Melhor condição: swell norte e nodeste.
Nível: Avançado.